Select Page

WCIT: considerações e percepções

WCIT: considerações e percepções

O WCIT 2016 aconteceu em Brasília na última semana (3 a 5 de outubro). Foi um evento espetacular, que contou com a presença de nomes e autoridades conhecidas a nível mundial. Uma oportunidade única de networking com empreendedores do Brasil e do mundo, um ótimo ambiente para fomentar negócios.

Os stands apresentaram soluções inovadoras e muitas novidades do mercado de Tecnologia. Foi possível ter uma prévia das novidades que virão no mercado e conhecer também novas empresas e associações.

O atual presidente da Assespro Nacional, Jeovane Solomão, sempre foi um grande líder na área de Tecnologia. Parabenizamos sua atuação juntamente com sua equipe por trazer o WCIT ao Brasil. Porém, vimos alguns pontos falhos nesse evento:

  1. inúmeros assentos vazios. No segundo dia, a organização até cercou as cadeiras do meio para o fim do auditório, para tentar manter os presentes sentados na frente. As rodadas de negócios eram feitas em horários distintos das palestras. Durante as apresentações, poucas pessoas estavam nos stands. Ou seja, o evento realmente tinha um número reduzido de pessoas.O que faltou para o sucesso de público do evento? Abaixo, possíveis causas:
    • Pouca ou nenhuma divulgação em sites e blogs de nicho, que são influenciadores e possuem respeito e atenção do público de tecnologia. Um exemplo prático? Um importante líder empresarial usufruiu dos serviços do Bizmeet para montar uma turma de empresários, startups para um workshop de inovação em Brasília. A turma foi fechada com êxito.
    • Alguns empresários brasileiros disseram que o custo do ingresso (média de R$ 2.500 por pessoa), estaria elevado e foi motivo pela recusa da participação de vários interessados.
  2. Horários sem controle. Nós, brasileiros, já estamos acostumados com atrasos e imprevistos, porém, os estrangeiros não. Eles não suportam questões desse tipo. E esse fato pode ter gerado uma imagem negativa do Brasil.
  3. Rodadas de negócios (previstas e anunciadas) que não aconteceram para um determinado grupo de interessados. Eu, por exemplo, não consegui participar de nenhuma reunião de negócios. Tentei me inscrever previamente pela plataforma B2B, mas ocorreu erro. Até encaminhei print da tela para a coordenação. Também vi empresários na fila por mais de trinta minutos tentando participar de uma reunião de negócios e que, infelizmente, não tiveram sucesso.

Vamos partir para a ação?

Quais serão os próximos eventos similares a esse que acontecerão em Brasília? Caso você tenha a informação, encaminhe ao Bizmeet: contato@bizmeet.com.br. A nossa equipe pode atuar na divulgação e captação de patrocinadores para congressos de Tecnologia e Inovação

Sobre o Autor

Juliana Ribeiro

Com mais de 18 anos de atuação na área de Tecnologia da Informação, Juliana Ribeiro foi assessora e gerente em grandes organizações públicas e privadas. Possui experiência em vendas de soluções inovadoras. É coordenadora do Bizmeet – uma das principais referências em Tecnologia da Capital Federal. Além disso, ministra palestras e workshops focados no mercado de novas tecnologias e inovação. Congressos de renome mundial já receberam a palestrante. Como coordenadora deste Portal, já entrevistou lideranças de renome nacional. Foi membra da diretoria de várias entidades de gestão e empresários. Como exemplo, podemos citar: Coordenadora da Rodada de Negócios da BPW (uma associação internacional voltada para mulheres de Negócio) Possui nível superior na área de TI, pós-graduação e uma certificação reconhecida internacionalmente.

Share This

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e atualizações.

Sua inscrição foi realizada com sucesso