Select Page

Como obter financiamentos milionários a fundo perdido – parte 2 de 3

Como obter financiamentos milionários a fundo perdido – parte 2 de 3

*Por Juliana Ribeiro, sócia e diretora de inovação do portal BizMeet, palestrante sobre novas tecnologias e inovação

O que você precisa fazer antes de buscar capital para o seu negócio?

Antes de sair em busca de financiamentos para o seu negócio, você precisa conhecer as regras do jogo. A seguir estão alguns pontos importantes para encontrar um investidor para a sua empresa:

  1. Deixar a casa em ordem: organize a sua empresa. O seu investidor vai querer saber se o seu negócio é lucrativo, qual a perspectiva de crescimento e como andou a vida nos últimos anos. Você precisa ter todos esses dados organizados e sistematizados para apresentar para ele. O mínimo que você precisa ter é o conjunto completo de dados financeiros por ano desde o início do negócio, o que inclui o DRE, o Balanço e o Fluxo de Caixa. Certifique-se de mostrar a sua margem bruta. Separe as despesas por função (P&D, vendas, marketing, serviços e administração). Outra coisa, você precisa saber bem as métricas chave para a execução do negócio.
  2. Saber quanto vale a sua empresa: isso se chama valuation, e é um cálculo do valor real da sua empresa. Esse dado é muito importante na hora de negociar com investidores, pois possibilita que você explore os aspectos que valorizam a empresa (e tenha conhecimento daqueles que a fazem valer menos). Além disso, entender o valor de uma empresa historicamente permite que você tenha uma ideia do comportamento da empresa ao longo do tempo, o que é fundamental para a construção de estratégias futuras.
  3. Preparar o seu pitch: você precisa montar uma boa apresentação da sua empresa para convencer o investidor do potencial de expansão do negócio. Se você não tem um bom discurso – atrativo, objetivo, relevante e cativante – pronto na ponta da língua, você pode dizer adeus à sua chance. Então, não espere esse momento acontecer e você ser pego de calças curtas. Prepare-se com antecedência, treine seu pitch, grave e se escute, faça novamente, até ficar 100% intuitivo para você.
  4. Arrumar um advogado: para que essa parceria seja bacana, é preciso que ambas as partes entendam exatamente onde estão se enfiando. E é nesse ponto que entra a figura do advogado. Peça ajuda para o seu. Ele vai te preparar, juntando o que é normalmente necessário em uma due dilligence jurídica. Isso pode incluir o seu plano de opções atual, acordos de confidencialidade dos empregados, marcas, patentes e outros documentos de propriedade intelectual, documentos societários, as resoluções do conselho, contratos de clientes, acordos de licenciamento de software, etc.

Editais de fomento

Existem inúmeros editais de fomento disponíveis para empresas inovadoras ou startups. Para acompanhar os principais, sugiro:

Texto elaborado por Juliana Ribeiro, com Informações da Endeavor

Veja também:

Como obter financiamentos milionários a fundo perdido – parte 1 de 3
Como obter financiamentos milionários a fundo perdido – parte 3 de 3

Sobre o Autor

Juliana Ribeiro

Com mais de 18 anos de atuação na área de Tecnologia da Informação, Juliana Ribeiro foi assessora e gerente em grandes organizações públicas e privadas. Foi membra da diretoria de várias entidades ligadas à gestão e empresários, como exemplo podemos citar: Coordenadora da Rodada de Negócios da BPW (uma associação internacional voltada para mulheres de Negócio). Possui nível superior na área de TI, pós-graduação e uma certificação reconhecida internacionalmente. É diretora de inovação do BizMeet – uma das principais referências em Tecnologia da Capital Federal. Como coordenadora deste Portal e Influenciadora Digital, já entrevistou lideranças nacionais. Além disso, ministra palestras e workshops focados no mercado de novas tecnologias e inovação. Congressos de renome mundial já receberam a palestrante.

Share This

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e atualizações.

Sua inscrição foi realizada com sucesso