O Facebook anunciou hoje (28/08) a “Estação Hack”, um centro de educação e inovação tecnológica voltado para jovens interessados em programação e empresas digitais. De acordo com a rede social, o espaço oferecerá bolsas a mais de 7.400 jovens brasileiros por ano nas áreas de programação, planejamento de carreiras e gestão de empresas.

A Estação Hack será o primeiro centro para a inovação criado pelo Facebook no mundo. Projetada para o público brasileiro, a iniciativa vai promover a formação de talentos na área de tecnologia, capacitar empreendedores e acelerar startups de alto impacto social.

O projeto vai apoiar o desenvolvimento do ecossistema econômico e de tecnologia no Brasil, treinando jovens em programação, ajudando na criação de negócios inovadores e fornecendo recursos para os pequenos e médios empresários crescerem usando a economia digital a seu favor.

A Estação Hack deverá ser aberta até o fim deste ano e estará localizada no coração da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista. O espaço será inteiramente pensado para promover o encontro de ideias, incorporando elementos do DNA do Facebook – conhecido como ‘cultura Hack’ -, com a premissa de que tudo está em permanente construção e pode ser aperfeiçoado de forma colaborativa.

A Estação Hack em números:

– 3 salas de aula com 40 lugares cada.
– 10 startups de impacto social aceleradas por semestre e 52 estações de trabalho.
– 2.200 bolsas nos cursos de programação.
– 1.400 bolsas nos workshops preparatórios para o mercado de trabalho destinadas a alunos do ensino médio da rede pública.
– 1.200 bolsas nos workshops para empreendedores.
– 2.000 bolsas de marketing digital para pequenos e médios empreendedores.
– 600 bolsas para o Acampamento de Inovação destinado a adolescentes.

No total, serão oferecidas mais de 7.400 bolsas por ano nas áreas de programação, planejamento de carreira e gestão de empresas.

Para saber mais, acesse: Estação Hack