fbpx

Select Page

Governo de Goiás busca credenciamento de Centro de Excelência em Inteligência Artificial

Governo de Goiás busca credenciamento de Centro de Excelência em Inteligência Artificial

Em busca de potencializar a vocação do Estado para a inovação, o Governo de Goiás articula junto ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações Comunicações (MCTIC) o credenciamento do Centro de Excelência de Inteligência Artificial do Estado. A unidade, desenvolvida a partir do laboratório de Inteligência Artificial da Universidade Federal de Goiás (UFG), busca ser um dos oito centros que o governo federal quer implantar pelo país.

Nesta semana, o secretário Estadual de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), Adriano da Rocha Lima, e o presidente da Fapeg, Robson Vieira, acompanharam o professor do Instituto de Informática (INF) da UFG Anderson Soares em reunião na sede do MCTIC, em Brasília, para apresentar ao secretário executivo do Ministério, Júlio Semeghini, as atividades do laboratório, que já é referência em pesquisas e projetos sobre IA no país.

Para o titular da Sedi, a inteligência artificial proporciona uma transformação em todas as áreas da sociedade, sendo Goiás privilegiado por contar com a excelência do laboratório da UFG em pesquisas na área.

”Essa aproximação casa com a política do ministério, que é a de incentivo à IA aproveitando o que já tem de base no Brasil. Goiás se confirmou como um líder da área e estamos costurando uma parceria forte com o MCTIC para garantir não só que venham recursos, mas para que Goiás exporte conhecimento nessa área para outros estados e, eventualmente, até para empresas mundiais que possam vir para o Estado desenvolver seus produtos a partir do conhecimento gerado por esse centro que estamos montando agora”, afirmou.

Durante a reunião, o professor Anderson Soares citou a criação do primeiro curso de graduação de inteligência artificial do país, que será oferecido pela UFG a partir do próximo ano. Ele também fez uma apresentação das atividades do laboratório da universidade, citando projetos de aplicação de IA desenvolvidos no local em áreas como: saúde, agricultura, reconhecimento de voz, dentre outras.

Protagonismo goiano

O secretário-executivo do MCTIC, Júlio Semeghini, reforçou o interesse da pasta em levar adiante o projeto anunciado pelo ministro Marcos Pontes de criar oito laboratórios exclusivos de IA no Brasil. Em breve, segundo Semeghini, serão lançados os editais com mais detalhes sobre o funcionamento dessas unidades. O secretário-executivo evidenciou que Goiás deve ser um dos líderes desse processo, já que o próprio laboratório da UFG é pioneiro e referência na área.

O presidente da Fapeg, órgão do governo estadual destinado a fomentar pesquisas e projetos científicos produzidos em Goiás, Robson Vieira explicou que a iniciativa faz parte da implantação de uma cultura de transformação digital, que irá, inclusive, contribuir para o fornecimento de serviços públicos com mais qualidade e rapidez.

“Precisamos preparar Goiás para o que está vindo em termos de tecnologia. A Inteligência Artificial é um desses pilares e, depois de descobrir essa excelência do nosso Estado, resolvemos potencializar e expandir esse conhecimento em vários níveis”, argumentou.

Dicas sobre carreiras e negócios em IA? Siga o instagram da coordenador do BizMeet! 

Sobre o Autor

Redação

O Bizmeet é um das principais referências do Centro-Oeste nas áreas de Tecnologia e Inovação. É ganhador de prêmios regionais e até mundialmente reconhecido. Empresas e instituições de grande renome já investiram em iniciativas do portal

Sugestão de Pauta

Parcerias

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e atualizações.

Sua inscrição foi realizada com sucesso

Share This