MCTIC e BNDES divulgaram o primeiro relatório do estudo para o diagnóstico e a proposição de plano de ação estratégico para o país em Internet das Coisas (Internet-of-Things – IoT): Benchmark de iniciativas e políticas públicas.

Com o objetivo de realizar um diagnóstico e propor políticas públicas sobre Internet das Coisas para o Brasil, o estudo está sendo conduzido pelo consórcio McKinsey/Fundação CPqD/ Pereira Neto Macedo, selecionado por meio da Chamada Pública.

O estudo está organizado em três grandes fases: diagnóstico geral e aspiração para o Brasil, seleção de verticais e horizontais e aprofundamento e elaboração de plano de ação. Durante as três fases do projeto serão produzidos nove relatórios.

Nova fase

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) abriu ontem, 06, mais uma fase de suas consultas públicas para definição de um plano nacional para a internet das coisas. O objetivo da consulta pública é mapear as empresas e instituições científicas e tecnológicas (ICTs) que ofertam tecnologias, produtos, serviços e soluções no segmento, no Brasil.

As empresas interessadas em participar da pesquisa deverão fornecer informações como a quantidade de empregados, os produtos criados, a qual setor as aplicações são destinadas. Já as ICTs deverão abastecer a base de dados com as suas competências em tecnologias aplicáveis a IoT, o número de projetos realizados e a quantidade de pesquisadores envolvidos em atividades de pesquisa e desenvolvimento.

Maiores informações

Relatório na íntegra
Pesquisa pública