fbpx

Select Page

Parque Tecnológico de Brasília: governo e empresários alinham interesses

Parque Tecnológico de Brasília: governo e empresários alinham interesses
foto: Helio Montferre/Sistema Fibra

Governo do DF abre debate com o setor produtivo local. Diretores do Sinfor-DF são recebidos pelo presidente da Biotic S.A., Gustavo Dias

Objeto de debates entre iniciativa privada e governo do Distrito Federal há quase duas décadas, o Parque Tecnológico de Brasília começa a ser desenhado em parceria entre o Executivo e o Sindicato das Indústrias da Informação do DF (Sinfor-DF).

Gustavo Dias Henrique, presidente da Biotic S.A., subsidiária da Terracap criada para gerir o parque, recebeu nesta segunda-feira, 11 de março, um grupo de diretores do Sinfor-DF para apresentar o projeto urbanístico e o modelo de gestão que estão sendo criados para dar viabilidade para o empreendimento.

“Não vejo como tocar esses projetos sem que os empresários da indústria local de TI estejam ao nosso lado. Muito já foi feito nos últimos anos, mas ainda temos como adequar algumas questões, e é por isso que precisamos desse alinhamento”, disse o presidente da Biotic S.A. aos empresários.

O projeto separa o terreno de 1 milhão de metros quadrados em 19 áreas, cada uma delas idealizada para atender a algum segmento tecnológico, seja de produção, de capacitação, de gestão.

De acordo com o que foi apresentado, a ideia é que cada subdivisão tenha autonomia para estabelecer modelos de financiamento e de gestão, desde que atendam a uma convenção geral a ser criada futuramente. Outro aspecto importante é o planejamento para a construção da infraestrutura necessária para que o terreno comece a ser ocupado.

O presidente do Sinfor-DF, Ricardo de Figueiredo Caldas, avalia que o masterplan do parque está bem avançado, mas que é preciso definir um modelo jurídico adequado.

“O Parque Tecnológico é um sonho do nosso sindicato desde o princípio. Estivemos presentes em todo o processo para garantir este terreno. Precisamos agora de um alinhamento entre as possibilidades do governo e as expectativas dos empresários de Brasília”, alertou.

Os diretores do Sinfor-DF também cobraram um estudo de viabilidade financeira para o investimento no parque e a retomada do nome original do empreendimento: Parque Tecnológico Capital Digital.

Ainda em março, o grupo se reunirá novamente para discutir modelos jurídico e financeiro adequados para o local. A ideia é que as reuniões com representantes do Sinfor-DF ocorram periodicamente, sempre com temas delimitados.

Sobre o Autor

Redação

O Bizmeet é um das principais referências do Centro-Oeste nas áreas de Tecnologia e Inovação. É ganhador de prêmios regionais e até mundialmente reconhecido. Empresas e instituições de grande renome já investiram em iniciativas do portal

Share This

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e atualizações.

Sua inscrição foi realizada com sucesso