Select Page

The Brain acelera expansão com quatro novas unidades no DF

The Brain acelera expansão com quatro novas unidades no DF

Casapark será o próximo endereço com inauguração dia 23 de outubro

“Nós acreditamos que a melhor forma de crescer e multiplicar é dividir e compartilhar.” A filosofia estampada no site (link www.thebraincoworking.com.br) da empresa brasiliense The Brain Coworking & Storage é a melhor tradução do novo empreendedorismo alavancado em relações de trabalho com cheiro de futuro. Muito além de um espaço ultramoderno em ambiente descontraído — com salas, auditório, galpões e áreas comuns de interação, como cafeteria e bar —, o The Brain proporciona uma gigantesca plataforma de negócios para os clientes por meio do networking espontâneo. “O bacana não é apenas jogar uma partida de sinuca no local de trabalho, mas poder tomar uma cerveja com aquele CEO a quem você sempre admirou”, destaca o empresário brasiliense Hélbio Nogueira, de 34 anos, à frente do empreendimento que já conquistou clientes como as multinacionais Sanofi (gigante farmacêutica fundada na França), Cabify, Idea Big Data e Pernot Ricard (conglomerado francês no setor de bebidas). Também estão no The Brain, o iFood (empresa brasileira fundada em 2011, líder na América Latina e em operação na Argentina, no México e na Colômbia), a BB Seguradora, a Sistel (fundo previdenciário), a Ace (grande aceleradora da América Latina), a startup colombiana Rappi e as agências de publicidade Ioio, com sede em Recife; Look ‘n’ Feel, de Brasília; e a global Elevenmind, com sede em Tóquio. E, para pequenos empresários, profissionais liberais, autônomos e freelancers, existe a conveniência do Club The Brain, que dá acesso às dependências das unidades e seus benefícios sem necessidade de locação do espaço em si. O coworking também abre as portas para eventos de terceiros, além de ter agenda própria de palestras, cursos e seminários.

Expansão — Desde a abertura da área de 2 mil m2 no SAAN, em Brasília, em fevereiro de 2017, a marca The Brain rapidamente se solidificou e agora se multiplica em arrojado projeto de expansão, fechando 2018 com cinco endereços de coworking no Distrito Federal: no SAAN, na 503 Sul, no Shopping CasaPark, na Casa Thomas Jefferson (606 Norte) e no Lay Back Park (SHTN). Ainda em outubro, será inaugurada a unidade do CasaPark e, até o final do ano, a da Asa Norte e a do Setor Hoteleiro Turístico Norte, às margens do Lago Paranoá. Há propostas em estudo para abertura de pontos em Belo Horizonte (MG) e também no exterior. “Coworking não é um modismo, é um reflexo da economia colaborativa que já é uma realidade no Brasil e fundamenta um novo padrão de consumo no país.”, esclarece Nogueira, CEO e sócio da The Brain, destacando os exemplos revolucionários do Uber e da Airbnb. Integram a diretoria do empreendimento os empresários Leandro Felipe Santos (CFO) e Cristiano Diniz, além da Synapse Brasil Soluções em Tecnologia Ltda. “Para nós, conexão é a base. Queremos construir uma cultura colaborativa respeitando a individualidade de cada empresa, mas permitindo o compartilhamento de experiências e serviços”, diz Nogueira, advogado de formação e que começou a empreender em 2008 na área de varejo de material de construção.

Inauguração da terceira unidade — Com 800 m2, a nova casa de protagonistas, como se definem, está construída no piso superior do Shopping CasaPark. Tem localização privilegiada, perto de estação do metrô e na Saída Sul, via de acesso para algumas cidades do DF. Nessa unidade, o The Brain nasce da parceira com a aceleradora de startups Acceleratus. “É uma alternativa para pequenas e médias empresas de oferecer uma estrutura física imponente e confortável aos seus colaboradores e clientes, digna de grandes corporações, sem que tenha que fazer o investimento para tanto. Vale ainda mencionar que além dessa estrutura, outro grande valor percebido pelos membros da comunidade The Brain é a capilaridade do coworking e a possibilidade de usar todas unidades como uma extensão de suas empresas, trazendo ganho de tempo e comodidade para seus colaboradores. Isso tudo se traduz em resultado financeiro no final do mês para os empreendedores”, esclarece Nogueira.

Em tons de preto e de cinza e com gigantescos painéis de artistas locais — como Toys, Siren e Desirée Feldmann —, as unidades do The Brain seguem conceito industrial desenvolvido pelas arquitetas Gabriella Castanheira e Gabriela Salles, do brasiliense Studio Cast. Longe de uma rigidez padronizada, exibem, com gosto, suas particularidades. Na W3 Sul, por exemplo, samambaias convivem com mesa de sinuca, e as salas levam nomes como Faroeste Caboclo, Natiruts e Eduardo & Mônica, reforçando a ligação da marca com sua terra de nascimento. No SAAN, o maior diferencial é a área de armazenamento: “Somos o primeiro coworking do Brasil a atrelar uma estrutura administrativa a um galpão de estoque com todos os serviços agregados de full comerce (armazenamento, faturamento, entrega e até estrutura comercial) a sua comunidade”, diz. Cerca de 25 empresas fincaram escritórios no local. É lá que funcionam as sedes da Mr. Brownie e da Nutrifresh, ambas no segmento de alimentação, além da GB Vinhos.

Censo 2018 — O sistema inovador do coworking surgiu em 2005, nos Estados Unidos, quando o engenheiro de software Brad Neuberg alugou um apartamento em São Francisco para trabalhar com amigos. No Brasil, a novidade teria chegado em 2009. Nos últimos anos, o setor experimentou notável crescimento no País, segundo o portal Coworking Brasil. O Censo Coworking Brasil 2018 (link https://coworkingbrasil.org/censo/2018/), que traça um panorama sobre o mercado de trabalho compartilhado, contabiliza 1.194 empresas, um aumento de 48% em relação a 2017 — ano em que o segmento explodiu, com crescimento de 114% em comparação a 2016. Havia 378 empresas registradas em 2016, e esse número saltou para 810 em 2017.

Entre as inúmeras vantagens da estrutura revolucionária de trabalho, estão: internet de alta velocidade, segurança, localização, telefonia, energia, recepcionista, serviço de limpeza, água e café, além de networking e maior ganho de credibilidade junto a clientes. Para quem vivencia o esquema de home office, o coworking influencia no aumento da produtividade e ainda quebra o isolamento do escritório doméstico. Para integrar os profissionais e incentivar negócios, os locais de descontração no brasiliense The Brain Coworking & Storage incluem cafeteria, sinuca, bar e também sala de massagem, manicure, salão de beleza. Na happy hour, cervejas artesanais costumam encerrar o expediente, movido a estimulante brainstorming.

The Brain Coworking & Storage

  1. SAAN, Quadra 2, Lotes 420 a 440, fone 61-3771-2400
  2. Asa Sul, Quadra 503, entrada pela W2, fone 61-3371-2402
  3. Shopping Casa Park, SGCV, piso superior (abertura em 20/10/2018)
  4. Asa Norte, Casa Thomas Jefferson, Quadra 606 (abertura em fim de novembro)
  5. Lay Back Park, SHTN, ao lado da Concha Acústica (abertura em fim de novembro)

Sobre o Autor

Redação

O Bizmeet é um das principais referências do Centro-Oeste nas áreas de Tecnologia e Inovação. É ganhador de prêmios regionais e até mundialmente reconhecido. Empresas e instituições de grande renome já investiram em iniciativas do portal

Share This

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e atualizações.

Sua inscrição foi realizada com sucesso