Select Page

Tendências anunciadas no Mobile World Congress

Tendências anunciadas no Mobile World Congress

O Mobile World Congress (MWC) de Barcelona, a maior reunião do setor que termina nesta quinta-feira, foi dominado este ano pela virtualização e conectividade.

A seguir, alguns exemplos do que chamou a atenção do público e especialistas presentes na feira.

Realidade Virtual

Os óculos de realidade virtual estão agora em todos os lugares, o que demonstra a importância crescente deste mercado durante o ano passado e que estão aumentando entre os coreanos KT, SK e Samsung, em particular.

Aplicativos também foram apresentados para empresas, como a sala de reunião virtual que pode juntar participantes localizados em diferentes países.

A realidade aumentada é onipresente. Óculos permitem ver o sistema solar diante de nossos olhos, ou uma parede de escalada que se transforma em tela de vídeo gigante, demonstrando o potencial da tecnologia.

Assistentes Virtuais

Os assistentes virtuais também têm aumentado,  Espécie de pequeno robô capaz de responder a todas as solicitações na Sony ou interface com um personagem virtual 3D na Deutsche Telekom, o assistente virtual se faz necessário de forma gradual, acompanhando o progresso da inteligência artificial, mas é principalmente nos smartphones que eles ocupam mais espaço.

LG e Motorola integraram um assistente virtual em suas mais recentes gerações de smartphones. Utilitário que estará presente na Samsung em seu próximo S8, uma escolha já feita pela Huawei, depois de integrar Alexa, o assistente virtual da Amazon em seu Mate 9. Por sua parte, o Google anunciou, pouco antes da MWC, que colocará seu assistente a disposição de todos os aparelhos equipados com Android.

Um grande desafio: em 2019, 20% das interações via smartphone poderiam ser feitas através destes assistentes, segundo a empresa de pesquisa Gartner.

Robôs e Drones

Era impossível não ver este ano no MWC: drones e robôs estavam entre as maiores estrelas do salão. No estande da operadora KT, dois braços robóticos tocavam bateria, variando peças ao longo do dia.

No Oberthur, Pepper, o pequeno robô da SoftBank Robotics, saúda o visitante, enquanto Ubuntu apresentava dois modelos de robôs humanóides desenvolvidos pela empresa Pal Robotics.

Quanto aos drones, os espaços de demonstração estavam por toda parte. Com uma forte abordagem para as empresas: gerenciamento e monitoramento de redes, deslocamento de objetos ou demonstração das capacidades do 5G.

Internet das Coisas

A tendência de IoT é inegável. Você quer ter certeza de que escovou bem os dentes? A escova de dentes conectada desenvolvida por uma pequena empresa francesa registra o menor dos gestos e, em seguida, envia os dados para o smartphone, onde você pode verificar se todos os molares foram escovados.

Precisa de orientações para saber qual caminho tomar? Seus pés vão guiá-lo, deslizando em seus sapatos solas inteligentes desenvolvidas por uma jovem indiana. Conectados ao GPS do smartphone, eles vibram o pé direito se deve virar à direita, e assim por diante até o destino.

Quer controlar a temperatura e umidade de datacenters?  sensores são integrados à alguma ferramenta de monitoramento de redes e sistemas e, caso a sua temperatura ultrapasse 24ºC ou 70% de umidade, por exemplo, são gerados alertas para a tomada de ações corretivas.

Da redação, com informações da ISTOÉ

Sobre o Autor

Empreendedor, CTO da Wend Tecnologia e BizMeet. Graduado em Desenvolvimento Web | Análise e Desenvolvimento de Sistemas;Mestrando em Digital Currency pela University of Nicosia; Atua em desenvolvimento sistemas desde 1997. Consultor em sistemas de grande porte no MEC, FNDE, MPOG e outros; Atuante em grupos de criptomoedas brasileiros e internacionais, com participações no Flisol-DF, Bitcoin Revolution, e Câmara dos Deputados abordando Blockchain e seus usos.

Share This

Newsletter

Inscreva-se para receber notícias e atualizações.

Sua inscrição foi realizada com sucesso